Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Abril, 2019

Pré-eclampsia | O que é

A pré-eclâmpsia é uma complicação da segunda metade da gravidez que se manifesta através da elevação da pressão arterial e eliminação de proteínas na urina, acompanhada ou não de sintomas como edemas das mãos e rosto, alterações da visão ou dores de cabeça. A maioria das situações corresponde a formas ligeiras da doença, mas cerca de 25% constituem formas graves, que não detetadas e tratadas precocemente podem levar à morte da mãe e do bebé.
A hipertensão que surge após as 20 semanas de gestação é o sinal mais comum de pré-eclâmpsia. Outros sinais e sintomas podem incluir aumento súbito de peso, edema das mãos e pés, dificuldade em respirar, alterações na visão, náuseas, ou dores de cabeça.
Nos casos de suspeita de pré-eclâmpsia, é hoje possível prever com mais certeza o desenvolvimento da doença através de uma análise simples e rápida ao sangue da mãe. Este teste permite avaliar a probabilidade de  desenvolvimento da doença antes que se manifeste abertamente, permitindo ao médico tomar …

Há pessoas que vale a pena ler

Há pessoas que escrevem mesmo mesmo bem e a Joana Rito é uma delas. O último post dela mexeu comigo e fez-me pensar. E foi isso mesmo que lhe deixei em comentário. Passem por lá... ela tem um dom especial para as letras. Believe me!

3 meses

Será possível terem passado já 3 meses desde que te tenho na minha barriga? 3 meses de ti aqui neste mundo. O pai dá-te música à noite debaixo dos lençóis, eu tenho comido muita fruta para te dar todos os nutrientes e vitaminas de que precisas para cresceres bem saudável e prometo que vou fazer um esforço para beber mais água, como a enfermeira manda. Ainda não te sinto mas a barriga está a crescer de dia para dia. Já tive que comprar calças novas para que caibas na perfeição e eu não me sinta apertada nas calças que usava. O pai põe creme na barriga para que as estrias não apareçam, vamos ver... E tu já tens 3 meses e já só faltam 6 meses para te conhecermos cara a cara. E até agora tens-te portado muito bem, meu amor. Não me deste nenhum enjoo, apenas fome. E adoras uvas, não é?

San Andreas

Acção. Falha de Santo André. Califórnia. Terramoto. Tsunami. É destes elementos que vive o filme "San Andreas" de 2015 com o super musculado Dwayne Johnson, esse grande fofinho :) O filme, vi-o num final de noite regressada do trabalho e sem sono que me ofereceu uns nervos que me ficaram á flor da pele por causa da acção trepidante. Neste filme está sempre a acontecer qualquer coisa, e não se trata de nada especialmente bom. Há muita desgraça, muita correria, muitos prédios destruídos, à boa maneira de um blockbuster. E é disto que vive "San Andreas".

Pip | Pixar

A Pixar lançou a curta "Pip" em 2018. Pip é um cachorrinho que vai para uma escola de cães-guia mas é demasiado desajeitado... Mas um dia tem uma oportunidade que agarra sem pensar duas vezes: vê uma senhora cega a precisar de ajuda e... lá vai ele! Será que é bem-sucedido?

Footloose

Mais um filme dos anos 80. Ando nesta onda, o que é que querem?! E a verdade é que estes filmes são tão atuais! Ora vi o Footloose na Sic, num fim de semana à tarde. Aqui temos um jovem de vem de Chicago para uma cidade mais pequena com um pequeno problema: devido a algumas mortes, a música e as festas são proibidas. Mas o jovem vem agitar a população!

Dirty Dancing

É de 1987. Tem o falecido Patrick Swayze num dos papéis principais que era só assim o mais giro daquele tempo. E tem muita dança. Nem sei como é que deixei escapar este filme durante tanto tempo! Que filme, meus amigos, que filme :) E tem umas cenas que ficaram na história do cinema: Baby e Castle a dançarem no chão, ou a treinarem o salto dentro de água, enfim.... Apesar de já ter 30 anos, é um filme absolutamente intemporal e que passou para a minha lista de filmes preferidos!

A maldade dos cremes

Desde que estou grávida os cuidados a ter com o meu corpo aumentaram de forma substancial, um dos cuidados que tenho a ter diariamente é a aplicação de cremes hidratantes para manter a minha pele elástica e prevenir as estrias na barriga, coxas e peito. O único senão é a temperatura do creme: é gelado, arrepio-me e nunca quero colocar mais. É um autêntico flagelo para a temperatura normal do meu corpo! Já usei vários: o básico nívea da latinha azul, um óleo seco, um creme para peles extra-secas e atualmente estou a dar uso ao Mustela anti-estrias feito propositadamente para as grávidas deste mundo mas todos eles têm o problema da temperatura. Com tanto avanço tecnológico não será possível criarem um creme "quentinho" que não nos faça sofrer diariamente? E nõ me digam que aquecer as mãos antes vale a pena porque tendo as mãos quentes o creme é SEMPREEEE frio! Baaah!

Rummikub | Jogo

O Rummikub surgiu há poucos dias na minha vida mas já passo largos minutos a jogá-lo no telemóvel. Sempre que via este jogo à venda ficava intrigada: "um jogo com números? Humm!". Há uns dias descarreguei-o para o telemóvel, fui à procura das regras e pronto. Nada mais fácil... O jogo, inventado em 1930 por um judeu, também é comercializado como Rummy-O e Rummycube. Experimentem e digam lá se não é giro?!

Amor nos Tempos de Cólera

Li o livro do sempre querido Gabriel García Márquez há uma porrada de anos, era eu uma jovem e apaixonei-me imediatamente pela história de Fermina e Florentino. O triangulo amoroso mais entusiasmante da história da literatura da América Latina. Recordo perfeitamente que quando saiu o filme recusei-me a vê-lo porque ainda tinha a história muito fresca na minha memória e qualquer adaptação iria estragar aquele universo que eu tinha criado. Mas já se passaram uns valentes anos e assim que o apanhei a passar na televisão não resisti. E voltei a apaixonar-me pelo enredo. Que coisa fantástica! Obrigada Gabriel por te ter descoberto tão cedo na minha vida e por nos teres agraciado com estas histórias.

Dumbo | Tim Burton

Quando, no ano passado, soube que o Tim Burton ia fazer uma nova adaptação cinematográfica de Dumbo fiquei tipo: "WHAAAAT?". O entusiasmo apoderou-se de mim e lembrava-me constantemente que não o podia perder assim que estreasse nas salas de cinema. E assim foi, cumpri a minha palavra. No dia a seguir à estreia estava sentadinha sossegada numa sala de cinema. Ainda por cima Burton com Disney e uma porrada de bons atores. Só podia ser bom. E é bom mas esperava mais. Queria menos desgraças e mais Dumbo, mais entrosamento com as personagens. Mais espetacularidade que Burton já nos habituou. Mas é bom de se ver. Vá... ide ver. Encham essas salas!