A Amiga Genial | Elena Ferrante


Entediante, enfadonho, repetitivo. É assim que descrevo o primeiro livro da tetralogia da autora italiana que esteve nos tops de vendas.
Ouvi falar tanto destes livros, vi tantas vezes os ditos nas mãos de inúmeras pessoas, li várias criticas sempre favoráveis que a curiosidade foi crescendo. E, numa fase em que leio mais que nunca, comprei-o (sempre com a ideia de ler os 4 livros)... Como estava enganada.
A Amiga Genial retrata a vida de duas amigas napolitanas e os seus episódios desde a infância até à juventude.
Se acho que Ferrante tem uma escrita genial como muitos leitores apregoam? Não acho mas eu sou suspeita: gosto de ler Gabriel Garcia Marquez que me habituou a uma narrativa irrepreensível, por isso aqui não fiquei deslumbrada e esta obra não me aguçou o apetite para os restantes livros.
Não percebo por isso o boom que esta saga teve porque a narrativa é bem confusa com tantos personagens, embora tenhamos uma lista de personagens logo no início. Não me fascinou e por isso desconfio que não lerei mais nenhum livro. Isto apenas serviu para me relembrar que não sou de modas em relação à literatura.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

As Aventuras de Tsuki

Adeus Natal

Green Book - Um Guia para a Vida