[Post aleatório]


... e depois, em busca de algo que me inspire esbarro com textos destes, e fico a desejar escrever tão bem como esta miúda.

"O meu amor não será nada do que imaginas, mas será o que quiseres. Não vou precisar de flores ou chocolates, não vou querer grandes surpresas, mas se assim for, tanto melhor. Só quero que me fales quando não conseguir controlar os nervos e parecer pior que uma grafonola, que me fales baixinho ao ouvido quando os meus olhos vidrarem no silêncio, que grites comigo quando quiseres dizer que me amas. [...] Só quero que me sorrias, que me queiras ver sorrir, que me peças um sorriso ao invés de um beijo [...]"

In Incontro-verso.blogspot.pt
 

Comentários