Avançar para o conteúdo principal

Blogging Challenge #3

Your Favourite Quote


Esta frase foi publicada no início do livro "A Viagem do Elefante" de Saramago (edições Caminho, Leya) e lembro-me de a ter escrito num dos meus blocos de nota para que não me esquecesse dela. E na verdade ela acompanha-me porque acredito na ideia que transmite.
Gosto de pensar que apesar do constante esforço, da luta para chegar a algum lado e ter sucesso, hei-de lá chegar porque esse é o meu caminho.
Um dia irei sentir-me realizada totalmente, irei pensar que atingi os objectivos que fui traçando e que a luta para conquistar as minhas metas foi bem sucedida. É preciso persistência.
Tenho o exemplo perfeito: quando voltei a estudar tinha como objectivo trabalhar com crianças: objectivo cumprido. Mais tarde, meti na cabeça que queria trabalhar no aeroporto: missão cumprida com tanto sucesso que agora vou assinar contrato com a empresa de handling que faz o serviço de terra da companhia aérea bandeira de Portugal.
E assim sucessivamente, objectivo atrás de objectivo, conquista atrás de conquista. Não sou pessoa de baixar os braços.
Se mudo muitas vezes de ideias? Sim, claro que sim! Aliás, o ser humano está em constante mutação, em constante evolução... Faz parte do crescimento. E eu gosto de ir conquistando as minhas metas. Mal ou bem, sei que lá vou parar. Porque nada me pára. Porque nunca estou satisfeita, porque não baixo os braços. E lá está: sempre chegamos ao sítio aonde nos esperam. Sejam pessoas, sejam crenças, sejam objectivos. Seja o que for. Se lutarmos por isso, chegamos lá.


Comentários

Mensagens populares deste blogue

As Aventuras de Tsuki

Deu-me para isto: o jogo As Aventuras de Tsuki, da HyperBeard Games. Um jogo de aventuras passivo, como explicam na loja onde o descarreguei gratuitamente para o meu telemóvel. E o que é um jogo passivo? Ora bem, aqui não se passa nada, é um jogo em tempo real, vamos executando algumas ações e o Tsuki, o coelhinho mais fofo na história dos jogos, fica entretido com elas. Agora é frequente apanharem-me nos meus momentos mortos a ir apanhar as cenouras que o coelhito deixou plantadas, ou a ir  beber um chá de matcha ou a comer um lámen do restaurante do Bobi.

Adeus Natal

Ontem foi Dia de Reis, e com ele desfazem-se árvores de Natal, retiram-se as luzes e todas as decoracões. Termina a época dos doces em exagero e dizemos também adeus às músicas natalícias.
Ontem não toquei em nada porque queria gozar esta época até à última oportunidade mas hoje acordei com uma vontade férrea de reorganizar a minha casa.  E assim foi.
Foi rápida a arrumação  e ver a casa toda limpa e organizada conferiu-lhe um ar fresco.
No final do ano há mais!

Countdown

O antes e o depois de uma viagem. O entusiasmo, a expectativa do desconhecido, o querer aventuras...
Faço uma viagem por ano para fora do país e estou a 24 horas de voltar a meter os pés dentro de um avião. Ok, trabalho no aeroporto e quase todos os dias entro dentro de aviões. Mas desta vez, e pela primeira vez desde que aqui trabalho, vou mesmo viajar.
E amanhã estarei atenta ao trabalho das colegas na Porta de Embarque.
Nantes aí vou eu, e prepara-te que farei aí 35 anos :-)