Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Janeiro, 2018

[Crackers]

Se são apreciadores de pizza, hoje dou-vos a conhecer um dos melhores snacks de sempre: bolachas com sabor a... tchan, tchan, tchan... Pizza! Vendem-se no Intermarché, e sabem mesmo àquilo que prometem - pizza :)
O preço é muito acessível embora a embalagem seja pequena: apenas 85 gr, mas as bolachas também são pequeninas portanto, são o companheiro ideal para uma sessão caseira de cinema ou apenas a acompanhar a leitura de um livro. Tudo isto, claro está com o acompanhamento de uma garrafa de água porque são salgadas, senhores, oh se são!


"O Leão que temos cá dentro"

"Se queremos mudar as coisas, primeiro temos de ser nós a mudar"

"O Leão que temos cá dentro" é um livro infantil, da autora Rachel Bright, escrito em verso com uma cadência ritmada e umas ilustrações perfeitas de Jim Field. Aqui, conhecemos um rato que vive debaixo de uma rocha e como é um animal tão pequeno, nunca ninguém reparava nele: ou se sentavam em cima dele, ou o pisavam ou se esqueciam dele. Mas... lá no alto do rochedo vivia um leão, a quem todos davam importância devido à força do seu rugido. Todos o admiravam, claro.   Não vou revelar o resto da história... apenas que "seja qual for o nosso tamanho, todos temos um rato e um leão cá dentro".



Shampoo de coco

Estou viciada em coco. Aliás, em shampoos de coco, não só pelas suas propriedades nutritivas, porque hidrata bastante o cabelo e o deixa macio como nenhum outro shampoo e/ou condicionador, como o deixa também com um cheirinho super gostoso! O primeiro shampoo de coco que comprei foi a nova embalagem Herbal Essences Hidratação Profunda - Coco e agora recém-adquiri o Babaria Nutritivo Coco/Biotina. E que compras... :) O cabelo fica macio e cheiroso o resto do dia... Shampoos de coco são, quanto a mim, a melhor invenção à face da Terra!

Das unhas...

Para quem, como eu, pinta regularmente as unhas, encontrei uma invenção magnífica que nos facilita a vida na hora de remover o verniz! É um dissolvente que em segundos remove a tinta das unhas: o frasco tem uma esponjinha embebida em dissolvente que, se lá introduzirmos o dedo e o rodarmos, o verniz desaparece "milagrosamente" e não é necessário utilizar algodão nem esfregar desalmadamente as unhas. O produto funciona às mil maravilhas mesmo aquelas cores difíceis de remover, como o vermelho vivo e o preto.

[Tea bags]

Como recente apreciadora de chá que sou, e bebo sobretudo chá verde de frutos: manga, frutos vermelhos, amora, romã, etc - descobri saquinhos de chá   transformados em telas! O trabalho foi executado pelo artista Ruby Silvious e pode ser visto aqui e aqui


Apresento Yaoyao Ma Van

[Imprevistos]

Repetir para mim mesma: nunca mais comprar desodorizantes com frasco de vidro.
Porquê? Porque parti um frasco destes há três dias (como o da imagem) e a casa de banho ficou uma bodeguice pegada, cacos espalhados, líquido viscoso a escorrer por toda a parte... Enfim, uma nojice... A sorte é que este já ia a mais de metade e tinha já um de reserva...  Da próxima vez que for repor o stock, não me pôr a "snifar" os desodorizantes mais cheirosos e comprá-los. Abster-me de cheirinhos e embalagens bonitas. Nada de vidro, nada de embalagens quebráveis, nada de coisas amigas do ambiente... Tudo de plástico, que estes, quando caem permanecem intactos :)

Polaroids no PC

Não tenho nenhuma máquina Polaroid (que hei-de ter, sinto-o!) mas falaram-me do  programa "Polaroid 0.9.6RO", que depois de instalado no PC, podemos arrastar as fotos que queremos e estas transformam-se em polaroids, com o  tal formato que tanto conhecemos :) O resultado é giro e até as podemos imprimir.  Fica a dica...

Clube de leitura

A ler... e a apreciar 
:)

A compra do ano

Eis chegado 2018, perdi o amor ao dinheiro e investi num brinquedo destes... A ver vamos se eu e a Panasonic Lumix TZ70 com lente Leica nos tornamos melhores amigas :)

Um | 2018

E assim começo mais um ano: A trabalhar. Foi a minha estreia trabalhar a 1 de janeiro. Passei a meia-noite acordada, deitei-me e acordei às 03:00 para entrar ao serviço, porque trabalhar no aeroporto tem destas coisas ✈ E hoje havia muita gente de directa, com olheiras enormes, que beberam cafés uns atrás dos outros para poderem aguentar o trabalho, mas outros havia que traziam o sono em dia, pessoas mais pacatas que não vão em grandes festejos. Na sala de descanso havia bolos, de forma a compensar o facto de estarmos longe dos amigos e família nesta época festiva. É duro, mas cá estamos a fingir que somos uma família, a rir bem-dispostos para não chorar as amarguras de trabalhar com aviões, passageiros, atrasos, cancelamentos e overbookings. Bem-vindo dois mil e dezoito. Traz-nos tudo de bom.