Diário de uma TTAE #14


Não é só em lojas que aparece o público mais arrogante e antipático de sempre. Nos aeroportos, há gentinha da mais reles que existe. Já me tiraram do sério umas quantas vezes. Já dei berros, já dei um murro no balcão, já saí desesperada... Mas há histórias que ficam...


#1
Ter que dar um quase-berro a um passageiro-alemão-surfista com destino a Fortaleza e dizer que não tolero faltas de respeito. E acrescentar que se ele não se acalma não o atendo e pode sair do meu balcão de check-in. 
O passageiro-alemão-surfista-mal-educado percebe a sua atitude e pede desculpa. 😁

#2
Atender um velhote italiano que quer à força toda colocar a sua bagagem no tapete quando esta ainda está a rolar, dizer num  inglês rápido "stop" para que ele perceba (porque há nacionalidades difíceis: italianos, franceses e polacos não dizem uma única palavra de inglês, falam apenas a sua língua e pronto: são todos estúpidos, é a conclusão a que cheguei), e ele ficar mal-humorado e no final deitar-me a língua de fora: Hahahhaa! 

Comentários